25 de janeiro de 2016

Lugar Secreto


O momento particular de oração deve ser algo que nos encha de gozo e paz, e realizado com a mais profunda devoção e fervor. Mas nem sempre é assim que acontece. A frieza toma conta dos nossos corações e nos sentimos fatigadas e indispostas. Isso porque, em nossa velha natureza, há uma resistência contra a convivência próxima a Deus. 

18 de janeiro de 2016

Quando a mão de Deus nos golpeia.


“Retira de sobre mim o teu flagelo, desfaleço pelo golpe da tua mão.” (Sl 39:10)

Não são poucas as vezes em que Deus usa a vara de Sua disciplina para nos levar a obediência, não é possível que exista um cristão genuíno que não tenha sido golpeado por Sua mão protetora e zelosa, a Escritura chega mesmo a afirmar que se não somos disciplinados, então não somos filhos legítimos (Hb 12:8). Muitas vezes não somos capazes de perceber os pecados que estão a espreita dentro de nós, sendo necessário que o Senhor nos exânime e consequentemente nos açoite para expurgar os males que impedem o nosso crescimento na santificação. Mas nem sempre entendemos isso e quando o Senhor bondosamente nos fere, ficamos atordoados e doentes de tristeza, por não compreendermos o motivo pelo qual passamos por isso, não nos submetemos a disciplina, mas recalcitramos e tornamos tudo ainda mais difícil, outras vezes desanimamos e beiramos a estagnação espiritual.

11 de janeiro de 2016

Você é satisfeita?


Todo ser humano tem a profunda necessidade de se sentir satisfeito, e vários são os meios procurados a fim de encontrar essa satisfação. É um vazio, uma carência, uma necessidade íntima de ter algo para ser de fato feliz.

4 de janeiro de 2016

O anseio em buscar a Deus em primazia



É possível vislumbrar na Bíblia que a mulher virtuosa e obediente ao Deus Soberano consiste naquela que se dedica e se esforça com determinação em agradar Aquele que lhe deu a vida (Provérbios 31.17). Visto que, no livro de Provérbios a serva autêntica de Deus é retratada como uma joia de inigualável valor, generosa para com o pobre, piedosa e obediente ao seu marido, uma excelente administradora do lar, tem como vestimentas a honra e a força dada pelo seu Deus e por fim é uma mulher elogiada, pois, é temente a Deus. E para isso, é preciso que creiamos e pratiquemos a sua Palavra (I João 1.3).

Poderá gostar também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...