28 de agosto de 2016

Como vencer as tentações?


Todas somos continuamente assoladas por diversas tentações, em várias áreas de nossas vidas. Sendo assim, estudar um pouco sobre elas, se torna muito relevante. A tentação pode ser definida, em geral, como

“qualquer coisa – estado, caminho ou condição – que sob certa circunstância, tem a força ou eficácia de seduzir, apartar a mente e o coração de um homem, de sua obediência, que Deus requer dele, para qualquer pecado, em qualquer grau dele”¹

A tentação tem o objetivo de nos seduzir a  cometer algum pecado, nos convencendo de que ele pode nos trazer alguma satisfação ou prazer, e em última instância, nos fazer bem. Isso não é algo novo. Nossos primeiros pais foram tentados, quando lhes foi dito que teriam algo que eles ainda não tinham, e que os tornaria melhores – seriam como Deus, conhecedores do bem e do mal (Gn 3: 5). O Deus que os criara e que dera tudo a eles, já os havia advertido que poderiam comer de todas as árvores do jardim do Éden, exceto uma, a do conhecimento do bem e do mal. Mas ainda assim, eles desobedeceram à ordem divina e não resistiram à tentação que lhes sobreviera.

Como vencer as tentações que nos sobrevêm? Abaixo estão 5 sugestões que podem servir de grande ajuda e estímulo espiritual:

1 - Não minimize o poder da tentação.
A tentação possui grande influência, e ninguém poderá dizer que é forte o suficiente para vencê-la apenas com sua força. Não importa quantos anos de vida cristã alguém possa ter ou quantas pregações já ouviu. Não importa quantos livros foram lidos, ou quanto de conhecimento já alcançou. Não perdemos a natureza pecaminosa quando somos regeneradas, e não nos tornamos blindadas para as tentações à medida que crescemos. Se minimizarmos o poder da tentação, acabaremos cedendo a ela.

2 – Conheça seus pontos fracos.
Somos distintas em nossos pontos fracos. Uma área em que preciso lutar mais veementemente pode ser uma área em que você não sente muita dificuldade, porque, afinal, somos diferentes. Daí que precisamos ter um prévio conhecimento de nós mesmas, de nossas próprias fraquezas, daqueles pecados que nos parecem mais atraentes, a fim de estarmos mais preparadas para as tentações quando vierem, e não pecarmos contra nosso Deus.

É justamente nessas fraquezas que deve estar reunido a sua maior concentração  e revestimento espiritual.

3 – Evite qualquer influência do pecado.
O pecado nunca vem de forma descarada e avançada. Sua influência se dá aos poucos, naquilo em que podemos imaginar que é normal, que não tem nada demais, que nunca iremos cair; e quando paramos para analisar nossa situação, já fomos longe demais!
A influência vem naquilo que vemos, ouvimos e, consequentemente, pensamos. Naquilo que assistimos, acessamos, lemos, com quem estamos, ou nos lugares em que vamos. Enfim, são muitas as possiblidades.

Guarde seus olhos, ouvidos e mente de tudo aquilo que corrompe. Vigie seus pensamentos, guerreie, mortifique o pecado, ou então ele a matará.

4 – Não negligencie seu relacionamento com Deus.
Nossa força vem de Deus, é Ele quem nos capacita para vencermos as tentações. Quando falo de relacionamento, me refiro aos momentos em que precisamos nos dedicar à leitura das Escrituras e à oração. Sim, precisamos! É nossa necessidade! Se não mantivermos nosso relacionamento com Deus, quem estará em prejuízo seremos nós mesmas. Estaremos mais vulneráveis ao pecado, e mais resistentes a Deus. Mais apegadas às coisas deste mundo, e mais distantes da Sua vontade. O Espírito Santo reside nos filhos e filhas de Deus, e os capacita a estarem no centro da Sua vontade, mas cabe a estes, buscar e rogar para que sejam plenos do Espírito Santo. Ore para que Ele te ajude nas tentações! (Mt 6:13)

5 – Creia nas promessas da Bíblia.
Estude a Palavra. Memorize versículos. Apegue-se às Escrituras e às suas promessas, e creia piamente nelas. Creia em tudo o que Deus diz, simplesmente por tudo o que Ele é. Quando for tentada, lembre-se de que todo pecado, por mais mascarado que esteja, lhe trará mal, porque “Deus há de trazer a juízo toda obra” (Ec 12:14). Quando alguma situação prometer satisfação, lembre-se que somente na Sua presença “há plenitude de alegria, na Sua destra, delícias perpetuamente” (Sl 16:11). Quando pensar que está tudo muito difícil e que não poderá resistir, lembre-se do que Ele disse: "Nunca o deixarei, nunca o abandonarei” (Hb 13:5b) e que “Fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis resistir” (I Co 10:13). Se pensares que Ele não a entende, lembre-sede que “não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas”, e “tendo em vista o que ele mesmo sofreu quando tentado, ele é capaz de socorrer aqueles que também estão sendo tentados.” (Hb 4:15, 2:18). E ainda que venha pecar, recorde-se que “se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda injustiça” (I Jo 1:9).

Porque queremos vencer as tentações? Porque elas geram o pecado, e por mais que não deixemos de pecar nesta vida, lutamos contra ele, por sermos tementes a Deus e por desejarmos agradá-lo. O pecado é o nosso maior mal, porque nos afasta do nosso maior bem: Deus. Além disso, uma pessoa regenerada entende que morreu para o pecado, para o mundo, a fim de viver para Ele. Não faz mais sentido viver para algo que já morreu. Sua nova vida se ocupa com coisas superiores, do alto, e vive nisso aguardando o dia em que será semelhante a Cristo, sem necessidade de vencer tentações, porque assim como Ele é, ela será!

Thayese Fernandes
____________________
¹ Fonte: www.monergismo.com/textos/pecado_tentacao/o-que-tentacao_brian-schwertley.pdf

6 comentários:

  1. A leitura desse contexto me fez "libertar" alguns pré-conceitos que ainda havia em meus pensamentos. O pecado não é algo fácil de vencer, porém quando pedimos ao PAI que nos ajude nos tornamos dependentes de sua graça. E assim podemos a ELe confiar aquilo que não conseguiremos sozinhos. Graça e Paz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eva!

      Que o Senhor assim nos ajude a sermos sermos dependentes dEle, vencendo com perseverança aquilo que tão de perto nos rodeia, o pecado, e progredindo na imagem de Seu Filho Jesus.

      Que Ele te abençoe!

      Excluir
  2. Que texto mais edificante, louvado seja o Senhor por ensinamentos tão preciosos. Que o Pai nos dê graça a fim de que vençamos o pecado dia após dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém, Acsa!

      O Senhor derrame Sua graça em tua vida.

      Um abraço!

      Excluir

Poderá gostar também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...