28 de novembro de 2016

Série: O que tem nela que falta em mim - A Feminilidade no contexto do casamento


Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Senhor; porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo. De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos.” (Ef 5.22-24)

21 de novembro de 2016

Série: O que tem nela que falta em mim - As características da feminilidade que um rapaz cristão busca em uma moça.


"Uma esposa exemplar, feliz quem a encontrar! É muito mais valiosa que os rubis." (Pv 31.10)

O texto citado acima é muito conhecido, muito admirado, porém, pouco acatado. Mostra-nos o grande valor que uma mulher exemplar tem, que excede ao de rubis.

Quem é mãe sabe melhor que ninguém, o que o seu filho precisa, em todos os aspectos, principalmente na escolha da pessoa ideal que o mesmo fará para acompanhá-lo.

14 de novembro de 2016

Série: O que tem nela que falta em mim - A feminilidade no ministério cristão


“Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio.” (1 Timóteo 2:12)

Machista! Assim grita uma feminista ao ouvir essa e outras afirmações bíblicas sobre a atuação da mulher em algumas áreas da sociedade. Mas, será que Paulo (e nós com ele) é mesmo um machista ao fazer tal afirmação? Creio que não, e irei explicar o porquê.

7 de novembro de 2016

Série: O que tem nela que falta em mim - Os encantos da feminilidade bíblica



“...pela recordação que guardo de tua fé sem fingimento, a mesma que, primeiramente, habitou em tua avó Loide e em tua mãe Eunice, e estou certo de que também, em ti.” (2 Timóteo  1:5)

1 de novembro de 2016

Série: A luta pela pureza – Contra a Pornografia, a Masturbação e o Sexo ilícito (Parte 2)


Masturbação

Devido a ausência de textos bíblicos que retratem sobre esse assunto de masturbação, muitas pessoas tem dúvidas se há ou não licenciosidade nessa prática. A cultura e a mídia nos ensinam que não há nenhum problema, e a influência acompanhada da pecaminosidade humana, resultam em quase uma totalidade de jovens que alguma vez na vida já se masturbaram. E já que não se encontram textos bíblicos que claramente reprovam essa prática, ela passa a ser vivenciada dentro do contexto cristão, e argumentos são fisgados para tranquilizar a consciência que intrinsecamente a reprova.

Poderá gostar também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...