7 de novembro de 2016

Série: O que tem nela que falta em mim - Os encantos da feminilidade bíblica



“...pela recordação que guardo de tua fé sem fingimento, a mesma que, primeiramente, habitou em tua avó Loide e em tua mãe Eunice, e estou certo de que também, em ti.” (2 Timóteo  1:5)

Juliana tem dezoito anos, é filha única, ama cavalos e o seu namorado também. É uma boa garota e é desejosa de realizar uma viagem à Disney. Tudo indica que no próximo verão, esse sonho se tornará realidade. Todavia, há um ano letivo para se encarar, já que janeiro ainda está na metade. E assim como seus pais, Juliana frequenta uma igreja próxima a sua casa, e nos últimos dias o tema da feminilidade bíblica a tem confrontado bastante, pois assim como Juliana, uma porção da juventude feminina professante do cristianismo, tem se deparado com ideais subversivos aos padrões escriturísticos. Não somente se deparando, mas adotando e convivendo na prática com tais ideais subversivos. Juliana não tem percebido, mas a sua vida já foi toda influenciada por uma feminilidade não bíblica, instrumentalizada pelo bombardeio midiático e parâmetros sociais. O seu comportamento é de quem nunca levou a sério antes esse assunto (dos encantos da feminilidade bíblica) tão relevante para a alma, e indispensável para uma vida piedosa. Isso é determinante.

É cada vez mais comum nos dias hodiernos que a rotina de uma vida que foi convertida ao evangelho, seja jogada, meio que por um solavanco, para dentro das mais sórdidas situações e sem preparação para defender sua base confessional, ainda em fase de construção. Tudo até aqui se define em uma pergunta: Até quando os encantos da feminilidade bíblica irá suportar o encalço de sofismas e outras filosofias pungentes aos ideais de Deus sem esboçar uma efusiva defesa? Quem garantirá aos homens de Deus que de fato existem tais encantos mesmo em meio à escassez? Essas virtudes estão arquejando perante os nossos olhos, estamos clamando em alto e bom tom sem vergonha alguma, de mostrar a necessidade de sobrevivência e de cuidado de algo tão belo. E encontrar tal encanto é como encontrar uma bela flor que nasceu em meio ao cenário de devastação, em terra seca, a qual precisa ser regada para que não venha esvaecer.

Muito do que será brevemente tratado por aqui sobre essas virtudes de uma feminilidade saudável, que glorifica ao Senhor, já é dito desde agora, de antemão, que é mais bem aprendido intuitiva e organicamente por um processo de ensino e modelagem que começa na infância. Não intento através deste raciocínio concluir de uma mulher em fase adulta e desconhecedora desta feminilidade pura, não tenha chances de aprender, e moldar a sua vida a partir de uma nova perspectiva, porém quão melhor é fazer uma árvore crescer reta enquanto ainda é jovem do que tentar endireitá-la quando já é velha e torta.

E é nos parâmetros da Bíblia que se estabelece a complementaridade (Gn 2:18-25), revelando-nos a forma como devemos entender os propósitos, para que homens e mulheres se relacionem em família, igreja e sociedade.

E como somos encantados pelas mulheres:  Uma mulher deve ser simplesmente da forma como Deus a criou. O elemento preponderante ao homem é exatamente ela possuir aquilo que ele não possui - "O que tem nela que falta em mim” - sua característica, seu papel, seu propósito, seu modo de ser, de enxergar, de viver a vida, tudo isso advindo do Criador. Como John Piper bem proferiu: 

“A verdadeira feminilidade é um chamado distinto para demonstrar a glória do Filho de maneiras que não seriam demonstradas se não houvesse feminilidade” 

Ou seja, o que seria dos homens se o bom Deus não tivesse criado esse toque especial dos encantos em vocês mulheres?

Uma mulher que ama a Deus na prática é de tirar o fôlego dos seus observadores, ela chama a responsabilidade para a sua vida devocional, pois cumpre em Cristo os dois primeiros mandamentos (Êx 20: 3-6). Ela não tem nada acima de Cristo, pois Ele é totalmente desejável em seu viver, não existem outros deuses ou ídolos (família, amigos, curso, bem material, profissão, dinheiro, sexo, estabilidade, namorado, esposo, etc.) que a façam dobrar os seus joelhos em reverência a eles. A sua seriedade espiritual regida pelo Espírito Santo é de cativar até as mentes masculinas que divagam pelas dimensões vazias sem perceber em primeiro instante esse caráter raro.

Deveras, outro encanto que uma mulher chama a atenção é quando seu respeito e honra pelas autoridades instituídas por Deus, na família, na igreja e no Estado é visível, não apenas por fazer o que é certo e justo, onde a obediência é exigida (referente aos papéis), porém por sua alma antes de tudo querer agradar ao Senhor. Diferentemente do pensamento de submissão - subordinação pós-moderno, que soa como danosa para a maioria das mulheres, a verdadeira submissão em sua finalidade não quer dizer serventia, e sim agir como Deus a designou para agir, isso é algo belo para qualquer marido, família e também nação. Uma mulher satisfeita em fazer a vontade de Deus.

Ela também não precisa de muitos adornos para chamar atenção, a sua vida simples é o outdoor. A sua beleza não é pautada na descrição da moda mais atual, nem muito menos nas marcas ou nas grifes, ou em quantas roupas ela possui no guarda-roupa e com quantas delas ela pode causar inveja. Não será descrita pela quantidade de produtos de maquiagem resultando na melhor aparência diante da sociedade, sujeitando homens aos seus pés através de um atributo vago e efêmero; a beleza externa dessa mulher sem conteúdo interior é semelhante à obra de arte falsificada, não vale nada - é inútil. Do contrário, é de um coração velado em Deus que as coisas mais elementares como obediência, submissão, respeito, dignidade, santificação, compaixão, etc., serão demonstradas. Pois “sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida” (Pv 4:23), só Deus pode autenticar mais uma vez a obra de arte e torná-la valiosa aos Seus olhos e aos olhos dos homens.

Nada pode ganhar encanto novamente e viver para aquilo que foi designado, para as boas obras em Cristo, se o Autor da vida não assinalar com nobres feitos. A fé de uma mulher de Deus será a referência, a beleza e o encanto para nós homens carentes da glória de Deus. Pois assim como demonstrada através de Loíde e Eunice (avó e mãe de Timóteo), é esta mesma fé, produto de um só Espírito, que vive de tempos em tempos, na qual redundará em glórias eternas ao Único e Soberano Deus.

 Thayrone Teodulino
___________________________


Thayrone é natural de Campina Grande-PB, cidade onde reside. Estuda Direito e é membro da Igreja O Brasil para Cristo. Ama ler; por hobby gosta de praticar esportes, cantar e tocar. Estima os Puritanos.

44 comentários:

  1. Respostas
    1. Amém Carolina!

      Que o Senhor Jesus nos dê Sua graça para que possamos reverberar os encantos da nossa feminilidade nesse mundo, onde as mulheres preferem parecer com os homens e desprezam suas características femininas.

      Deus te abençoe. Um abraço!

      Excluir
  2. Respostas
    1. Que bom que você gostou, Maiely!

      Que possamos desenvolver os encantos da feminilidade que o Senhor colocou em nós, para nossa alegria e Sua imensa glória.

      Deus te abençoe. Um abraço!

      Excluir
  3. Maravilhoso texto! Muito edificante. Parabéns. Que possamos aprender, como mulheres do Senhor, os princípios de sua palavra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém, Iris!

      O Senhor nos ajude a buscarmos ser aquilo que Ele nos criou para ser ao expressar nossa feminilidade para Seu louvor!

      Deus te abençoe. Um abraço!

      Excluir
  4. Parabéns Thayrone, gostei do texto, que Deus posso lhe conceder bastante sabedoria

    ResponderExcluir
  5. Respostas
    1. Amém, Lígia!

      Graças a Deus por nossa feminilidade.

      Deus te abençoe. Um abraço!

      Excluir
  6. Respostas
    1. Amém, Cinthia!

      Vivamos nossa feminilidade para nossa alegria e a glória do nosso Deus.

      Deus te abençoe. Um abraço!

      Excluir
  7. Isso nos dá forças para continuar acreditando que estamos no caminho certo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Ernestina!

      O Senhor nos deixou Sua Palavra para nos guiar no caminho certo. Sejamos aquilo que fomos criadas para ser ao expressar nossa feminilidade que foi criada pelo nosso bondoso e sábio Deus.

      O Senhor te abençoe. Um abraço!

      Excluir
  8. Respostas
    1. Amém, Larissa!

      O Senhor Jesus nós faça mulheres obedientes ao chamado para a feminilidade.

      Deus te abençoe. Um abraço!

      Excluir
  9. Respostas
    1. Amém, Deyse!

      Deus te faça florescer em feminilidade para sua edificação e a glória d'Ele.

      Deus te abençoe. Um abraço!

      Excluir
  10. É uma grande alegria ver que homens de Deus expressam em suas palavras a necessidade de mulheres honradas, tementes que queiram de fato seguir com o ministério casamento. Muito bom o seu contexto, que Deus o abençoe, bem como a quem vem aqui "ganhar um bom tempo lendo textos edificantes". Graça e paz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém, Eva!

      Há, de fato, uma grande necessidade de mulheres que amem e desejem expressar a feminilidade bíblica, assim também como de homens para ser masculinamente bíblicos.

      Deus nos ajude. Um abraço!

      Excluir
  11. Gostei do texto. Excelente; a não ser pela submissão, como ser de Deus todos individualmente temos uma missão e a da mulher não se resume apenas a isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gaby!

      A submissão faz parte do chamado da mulher conforme indica a Palavra de Deus (Cl. 3.18; Ef. 5.22,24; I Pe. 3.1,5; Tito 2.5) Não podemos desprezar esse ensino, mesmo que esteja na contramão da mentalidade que predomina nos nossos dias.

      Deus te abençoe. Um abraço!

      Excluir
  12. Quanta ternura! Glória sempre a Deus por sua sabedoria e Palavra!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém, Julia!

      Que possamos também expressar nossa feminilidade com ternura e zelo pela glória do nosso Deus.

      O Senhor te abençoe. Um abraço!

      Excluir
  13. Respostas
    1. Amém, Larissa!

      Deus nos ajude a expressar nossa feminilidade para Sua glória.

      Deus te abençoe. Um abraço!

      Excluir
  14. Respostas
    1. Amém, Jacira!

      Deus nos dê Sua graça para que possamos expressar nossa feminilidade para nossa alegria e acima de tudo Sua glória.

      Deus te abençoe. Um abraço!

      Excluir
  15. Respostas
    1. Glória a Deus pela sua edificação, Joicy!

      Que Ele te abençoe

      Excluir
  16. Respostas
    1. Obrigada, Georgia!

      Que o Senhor te abençoe
      Abraço!

      Excluir
  17. Nossa, que texto.

    O que mais me surpreendeu, foi saber que o autor do texto é homem.

    Parabéns!

    ResponderExcluir